Acessórios para vinhos: qual taça utilizar?

Vinho tinto em taça larga, espumante em taça alongada. Quais taças preciso ter em casa? E muda muito de uma para outra?

Não. Você não vai precisar de uma infinidade de taças para poder saborear seu vinho. É simplesmente impossível acompanhar as sugestões dos fabricantes e ter uma taça diferente para as principais castas de uvas. Esqueça isso!

A nossa sugestão é algo mais simples: tenha em casa, se possível, dois estilos distintos de taças para vinhos tintos. Um estilo próprio para os vinhos brancos e outro para seus espumantes. Isto é o suficiente para você apreciar seus vinhos.

A taça para vinhos tintos estilo “Bordeaux”, tende a valorizar mais a fruta e outros aromas mais tânico do vinho. O bojo maior oferece aos vinhos mais maduros maior espaçamento para se desenvolver. Vinhos com uva Cabernet Sauvignon, Cabernet Franc, Merlot, Syrah, Tannat, podem ser melhor apreciados neste tipo de taça.

A outra taça para vinhos tintos é a taça “Bourgogne”. Ela é mais adequada para vinhos com maior acidez e mais delicados. Por ter o bojo maior, seus aromas vão sendo liberados aos poucos. Ela é mais adequada para vinhos da uva Pinot Noir, Nebbiollo, Tempranillo da região de Rioja, entre outras.

A taça de estilo flûte pode ser utilizada para os champagnes e outros estilos de espumantes. A larga abertura deste tipo de taça dá bastante espaço para o desenvolvimento da perlage (as pequenas borbulhas de gás carbônico que se forma em taça).
Já as taças de vinho branco possuem um corpo menor e tem no meio do bojo um leve fechamento assegurando um sabor mais duradouro do vinho. A aba um pouco mais estreita permite a proliferação e valorização dos aromas de frutas. Esta mesma taça poderá também ser utilizada para vinhos rosados, fortificados e doces.
Agora que você já sabe um pouco mais sobre taças, saboreie ainda melhor os seus vinhos!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.